Header Ads

Postura passiva do time bicolor deixa técnico na bronca



Falta gana. Essa foi a leitura feita pelo técnico Marquinhos Santos após a derrota de ontem e desclassificação na Copa do Brasil. Com um prejuízo de mais de R$ 300 mil que poderiam entrar nos cofres do clube, o time bicolor chega à segunda derrota consecutiva onde o que se viu em campo era uma equipe sem atitude, sem demonstrar que poderia reverter uma desvantagem ou segurar um placar que, nas duas situações, favoreciam. “Faltou atitude ao time em momentos cruciais”, lamentou o treinador, que não terá tempo nenhum de treinamento até o compromisso pelo Campeonato Paraense. O elenco chega na tarde de hoje e amanhã viaja a Paragominas, onde enfrentará a equipe local no domingo. Segundo Marquinhos, o Paysandu precisa se comunicar mais em campo para voltar aos trilhos.

“O (zagueiro) Diego Ivo faz falta porque ele cobra mais em campo, fala muito mais que os outros. Isso não pode partir de apenas um atleta. Temos muitos jovens no elenco, mas temos também muita gente com rodagem para isso”. O executivo de futebol do clube foi de opinião semelhante ao comentar sobre a desclassificação. De acordo com André Mazzuco, o elenco sentiu o baque e precisa se recuperar de imediato. “O vestiário não está bom. Todos estão tristes. O time falhou e precisa de um padrão melhor. Era uma competição que estava em nosso planejamento para ir mais longe. A partir de agora a atitude tem que mudar”, finalizou Mazzuco.

(Nildo Lima/Diário do Pará)
02/02/2018

Nenhum comentário

+ Lida da semana

Tecnologia do Blogger.