Header Ads

Será Isac o homem-gol que vai quebrar a maldição do camisa 9 no Baenão?

Centroavante está bem fisicamente e chegou para jogar (Foto: Samara Miranda/Clube do Remo)

Chegando à reta final de pré-temporada e com os treinamentos bem avançados, agora, a comissão técnica do Clube do Remo deverá voltar sua atenção para a formação do time titular que será lançado na estreia do Paraense, no próximo dia 14, contra o Bragantino. Baseado nos três coletivos realizados pela equipe, o treinador Ney da Matta já conta com um esboço em mente. Mas, como o próprio destacou, os onze atletas que entrarão em campo pela primeira rodada do Parazão, deverão, antes, demonstrar força de vontade nos treinos restantes. Sendo assim, apesar do teor de mistério, é possível apontar a presença de dois atletas na onzena titular: o goleiro Vinícius, principal destaque do Remo no ano passado; e o centroavante Isac Félix, que foi formalmente apresentado, no começo da tarde de ontem, como jogador azulino.

Enquanto o arqueiro comprovou o seu talento em meio a uma temporada de insucessos, Isac chega com bagagem após ter sido destaque no acesso à Série B pelo Sampaio Corrêa-MA. O currículo de Isac, aliás, garantiu de imediato a camisa 9 para o profissional. Apesar do otimismo, contudo, é necessário relembrar que os últimos postulantes a “homem-gol” do Leão não deram muito certo. Nino Guerreiro, Ciro, Luiz Carlos Imperador e Val Barreto são alguns dos exemplos. Por isso, o jogador garante que chega ao Remo para ajudar a quebrar essa “maldição” no ataque da equipe. “O Zé Renato me procurou e logo fiquei animado em defender o Remo. É uma equipe que muitos conhecem e tenho certeza que tenho todas as armas para ajudar o time. Estou bem fisicamente e tenho certeza que esse grupo vai me ajudar a fazer muitos gols aqui, assim como eu pretendo ajudar, para que possamos ser campeões e conquistar o acesso”, disse Isac.

Em 2017, o atacante marcou 18 gols em 35 partidas. Em números absolutos, o triplo do feito pelos jogadores da mesma posição que passaram pelo Leão na última temporada. Para Isac, a sua experiência no futebol ajudará a repetir o mesmo faro no Leão. “Conheço o Remo, sei que a equipe tem uma torcida fanática, e que a cobrança é grande. E isso é normal em time de massa. Mas tenho minha experiência. Hoje em dia sei como me posicionar melhor. Estão depositando esperança em mim e sei que vou retribuir”, avisou o atacante.

NÚMEROS

ATACANTES AZULINOS

2017
Luiz Eduardo: 10 partidas / 2 gols
Nino Guerreiro: 7 partidas / 2 gols
Val Barreto: 11 partidas / 1 gol
Nano Krieger: 5 jogos / 1 gol


2016
Ciro: 26 partidas / 7 gols
Edno: 16 partidas / 7 gols
Luiz Carlos Imperador: 5 jogos / 1 gol

2015
Aleilson: 11 partidas / 1 gol
Rafael Paty: 23 partidas / 9 gols


2013 / 2014
Leandro Cearense: 7 partidas / 3 gols – 15 partidas / 8 gols


(Matheus Miranda/Diário do Pará)
04/01/2018

Nenhum comentário

+ Lida da semana

Tecnologia do Blogger.