Header Ads

Milton Campos será o homem-forte do futebol azulino

Após reunião com Milton Campos, Manoel Ribeiro cede e garante que comissão de diretores terá autonomia para gerir o futebol azulino (Foto: Marco Santos)

O Remo tem vivido momentos delicados internamente, sobretudo nos últimos dias, em que a relação entre o presidente Manoel Ribeiro e a comissão que assumiria a gestão do clube entrou em rota de colisão. Nenhum torcedor, por mais otimista que fosse, esperava por um desfecho rápido e positivo do imbróglio para que, enfim, o clube desse o pontapé inicial no seu planejamento para 2018. Mas o mandatário azulino surpreendeu, voltando atrás e, em definitivo, optou por ceder à autonomia ao colegiado de diretores em relação às funções administrativas no time de Periçá.

Com o sinal positivo, fica a expectativa agora para os próximos passos, afinal, com exceção de Milton Campos, que se reuniu ontem (18) com o presidente para definir de vez esse caso e que será o principal mentor do grupo, não se sabe ainda ao certo quais serão as outras figuras que irão compor o time operacional. Pois, até segunda ordem, Antônio Miléo Junior, que faria dupla com Campos na liderança da comissão, não está mais entre os participantes.

Contando com um planejamento afiado e feito para ser conduzido conforme a atual realidade do Clube do Remo, porém, também não se sabe se a autonomia oficializada por Manoel Ribeiro corresponde a todos os itens requeridos pela comissão. Procurado pela reportagem para esclarecer o que ficou definido, Milton Campos preferiu não se manifestar. Por outro lado, contente com a definição, Manoel Ribeiro garantiu ter concordado com as solicitações. “Vou dar toda a autonomia para que o Milton Campos atue no futebol e nas áreas que ele ache necessário. Acredito que agora, as coisas estão resolvidas”, destacou o cartola.

I Simpósio Democracia e Transparência: O Estatuto do Clube do Remo
Data: hoje (19), às 19h Local: Faculdade Maurício de Nassau – Tv. Quintino Bocaiúva, nº 1808 – Bairro Nazaré
Entrada gratuita


ESTATUTO AZULINO

Buscando debater o estatuto do Clube do Remo, bem como sua metodologia e aplicação, às 19h de hoje, na Faculdade Maurício de Nassau, a Associação de Sócios do Clube do Remo (Assoremo) apresenta aos torcedores azulinos, o ‘I Simpósio Democracia e Transparência: O Estatuto do Clube do Remo’. O evento contará com a participação do presidente do Conselho Deliberativo, Ângelo Carrascosa; membro da comissão de reforma do estatuto do Remo, Marcelo Hermes; e do sócio-proprietário Renan Bezerra, como palestrantes. Além das questões estatutárias, temas envolvendo o carro-chefe do Leão, como modernização no futebol e transparência, serão alvos de discussão.

Diretores acreditam no sucesso de novos projetos

Aparentemente, o presidente Manoel Ribeiro chegou a um denominador comum com o grupo de abnegados. Mas, vivendo uma ‘gangorra’ de indefinições no ambiente interno, assim como as coisas dentro do Clube do Remo são resolvidas, no mesmo embalo, acabam sendo desfeitas. Dessa forma, apesar do grande feito acordado entre o cartola azulino e o colegiado de profissionais, o clima de incerteza ainda paira pelas bandas do clube, justamente pelas sucessivas ações contraditórias ocorridas em tão pouco tempo.

Mas, na contramão disso, alguns dirigentes demonstram que, apesar da situação, esse é o momento certo para se trabalhar e reverter esse contexto negativo. Como no caso do diretor de marketing e do Nação Azul, Glauber Pontes, que já conta com alguns projetos traçados para reavivar os dois setores que estavam desprovidos de atenção até então. “É um momento difícil, mas nada que o trabalho não resolva. Todos que queiram ajudar o Remo nesse momento são bem-vindos. Por isso estamos elaborando todo um processo para reconquistar a confiança e o carinho do torcedor, que é o maior patrocinador do clube”, disse o dirigente.

Embora o entrave que vinha acontecendo na cúpula azulina foi um tanto quanto prejudicial, para o diretor de futebol Paulinho Araújo, quando há boa vontade, as coisas são resolvidas. “Passado é passado. Esperamos que tudo dê certo daqui pra frente. Se tudo for resolvido, coisas boas irão acontecer, pois o Remo é maior que tudo”, frisou Paulinho.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)
20/10/2017

Nenhum comentário

+ Lida da semana

Tecnologia do Blogger.