Header Ads

Bergson ainda é uma incerteza

(Foto: Fernando Torres/Paysandu)

A volta do atacante Bergson, principal artilheiros do Paysandu na Série B do Campeonato Brasileiro, com dez gols, diante do Criciúma-SC, na sexta-feira (27), ainda não está totalmente assegurada. Embora tenha cumprido suspensão pelo terceiro cartão amarelo diante do Londrina-PR, o goleador não apareceu, ontem à tarde, no gramado da Curuzu.

Bergson trocou o treino de reapresentação do elenco por uma visita ao Departamento de Saúde, onde deu continuidade ao tratamento que faz, desde o fim do jogo contra o Luverdense-MT, de uma lesão na coxa direita e que poderá deixá-lo de fora da partida com o Tigre. A dúvida quanto à utilização de Bergson é mais um problema para o técnico Marquinhos Santos administrar até a quinta-feira, véspera do duelo decisivo. O treinador já havia lamentado a falta do goleador na partida passada, no Paraná.

Além de Bergson, outro que segue em tratamento médico, este praticamente descartado, é o volante Rodrigo Andrade, apresentando lesão na panturrilha.

GUILHERME SANTOS

Mas, em meio a tantas notícias ruins vindas do DS do clube, Marquinhos teve ao menos uma informação positiva: a liberação do lateral-esquerdo Guilherme Santos para a fase de recuperação física.

Guilherme Santos, que sentia uma fibrose na coxa direita, segundo ele, “um problema antigo”, fez muita falta ao time do Paysandu nos dois últimos jogos, quando foi substituído, no primeiro, por Jean e, no segundo por Peri.

NÃO CORRESPONDERAM

Ambos os reservas não conseguiram emplacar diante do Luverdense-MT e Londrina-PR, respectivamente. Peri, inclusive, foi acusado de ser o principal responsável por um dos gols na derrota, por 2 a 0, diante do Tubarão, na cidade de Londrina.

(Nildo Lima/Diário do Pará)
24/10/2017

Nenhum comentário

+ Lida da semana

Tecnologia do Blogger.