sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Jobson tem habeas corpus negado e segue preso no Tocantins


O jogador Jobson continua vivendo momentos difíceis. O paraense segue preso em Colméia, no interior do Tocantins, desde que descumpriu as determinações da Justiça quando estava em liberdade condicional respondendo por estupro de vulnerável.

O jogador se envolveu em um acidente de carro entre Divinópolis e Marianópolis, no Tocantins, em junho deste ano, e a Justiça tomou conhecimento da situação. Jobson já estava em liberdade condicional, mas não vinha cumprindo as medidas acordadas.

Um ano antes, o jogador foi preso suspeito de estuprar quatro menores, mas estava em liberdade provisória desde setembro de 2016. Na ocasião, o paraense aceitou algumas medidas como não deixar a região onde reside sem autorização e permanecer dentro de casa das 19h às 6h.

Por descumprir o acordo, Jobson foi preso novamente, mas segue buscando medidas legais para readquirir a liberdade condicional. O ex-jogador do Botafogo não atua profissionalmente desde 2015, quando deixou o clube carioca por conta de uma suspensão da Fifa por ter se recusado a fazer exame antidoping quando ainda atuava pelo Al Ittihad, da Arábia Saudita. A suspensão é de 4 anos.

Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana