quarta-feira, 19 de julho de 2017

Remo apresenta meia Levi, que fala sobre experiência no leste europeu

19/07/2017 - Por GE.

Jogador tem 20 anos e foi campeão da Terceira Divisão da Eslováquia no ano passado. Ele é canhoto e gosta de atuar pelo lado esquerdo do campo

Levi está emprestado pelo Fluminense ao Remo (Foto: Cid Alves/Remo)

A semana tem sido de novidades para os torcedores do Remo. Depois de apresentar França e Martony, o foi a vez do meio-campista Levi falar pela primeira vez como jogador do Leão Azul. Na manhã desta quarta-feira ele concedeu entrevista coletiva no Baenão. Contratado na semana passada, chega para ser mais uma opção para o setor de criação do time. O jogador de 20 anos pertence ao Fluminense e vinha treinando no juniores desde encerrou seu empréstimo ao STK Samorin, da Eslováquia.

– Estava até então no Fluminense, no juniores. Recebi uma proposta para ir para a Eslováquia. Lá fiquei um ano e meio e fui campeão da Terceira Divisão. Com isso eu renovei o contrato até o ano que vem e continuei trabalhando, mas tive algumas lesões e acabei não jogando, por isso voltei para o Fluminense. Recebi a proposta de vir para cá e fiquei muito feliz por ser um time grande como o Remo, pela história que tem – contou Levi.

Jogar em Belém também se tornou uma forma de ficar mais próximo da família. As 3h de viagem do Rio de Janeiro para a capital paraense acabaram se tornando relativamente curtas se comparadas com a distância para se chegar à Eslováquia.

– Belém é muito perto. Estava até falando com a minha família. Para quem ficou a 13 horas de viagem do Rio, ficar a três não tem muita importância. Fiquei muito feliz de vir para cá e espero, com profissionalismo, dar continuidade à minha carreira. Se eu ajudar o Remo como ajudei na Eslováquia, pode ser uma vitrine enorme para mim – salientou o meia.

Levi já está regularizado e fica à disposição do técnico Léo Goiano na Série C. Como vinha treinando no juniores do Flu não demorará para se adaptar ao grupo azulino. Ele deve atuar no mesmo setor de Eduardo Ramos.

– Sou um meio-campista que joga pela esquerda, sou canhoto. Sou um pouco habilidoso e gosto de partir para cima e sempre estar deixando os meus companheiros de cara para o gol. Fiquei sabendo que os torcedores cobram, que a torcida apoia muito o time e estou ansioso para conhecer – afirmou. A primeira oportunidade do jogador pode pintar na próxima segunda-feira, contra o ASA, pela 11ª rodada da Série C. A partida será no Mangueirão, em Belém.
Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana