segunda-feira, 17 de julho de 2017

Ex-treinador do Remo deixa Belém com nova promessa da diretoria

17/07/2017 - Por GE.

Segundo Josué Teixeira, Leão deve quitar os dois meses e meio salário até esta quarta-feira, dia 19. Técnico mantém discurso de confiança no mandatário Manoel Ribeiro

Josué Teixeira deixou a capital no sábado sem receber nada do Remo (Foto: Reprodução/T

Demitido em 12 de junho, Josué Teixeira enfim deixou a capital paraense no final de semana com destino ao Rio de Janeiro, mas ainda sem receber nada do Remo. A promessa da atual diretoria agora é pagar a conta de dois meses e meio de salário atrasado esta semana.

– Voltei na madrugada de sábado, mas ainda não recebi nada. Presidente (Manoel Ribeiro) falou que (resolveria) na quarta (feira, dia 19). Confio na palavra do presidente e creio que ele cumprirá com o combinado – adiantou o treinador ao GloboEsporte.com.

Desde sua saída do Remo, Josué tem aguardado pacientemente por uma solução ao seu caso. A diretoria, por pelo menos duas vezes, chegou confiar o pagamento, mas os acordos não foram cumpridos mesmo após sucessivas reuniões com Manoel Ribeiro e outros dirigentes.

Em todos os contatos com a reportagem, o ex-treinador do Leão deixou claro que não pretende acionar a Justiça contra o clube e buscando meios amigáveis de resolver a pendência. Ele se manteve em Belém residindo em um apartamento alugado pelo Remo.
Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana