domingo, 16 de julho de 2017

Com eliminação da Série D, São Francisco entra em recesso de mais de um ano

Equipe só deve voltar a campo no segundo semestre da próxima temporada, quando participará da segunda divisão Paraense. Categorias de base devem seguir em competições amadoras

São Francisco só deve voltar a campo profissionalmente na Segundinha de 2018 (Foto: Edinelson Nunes/Ascom São Francisco)
 A derrota por 3 a 0 para o Atlético Acreano, em Rio Branco, no sábado (15), encerra uma temporada cheia para o São Francisco. Isso porque a equipe santarena participou do Campeonato Paraense, Copa do Brasil e Série D do Brasileirão, mas com a eliminação da quarta divisão nacional acabou ficando sem calendário oficial por pelo menos um ano.
Tudo isso por conta da péssima campanha no Campeonato Paraense, que resultou no rebaixamento a Segunda Divisão Estadual. Ou seja, o São Francisco só deve voltar a campo com a equipe profissional no segundo semestre de 2018, na Segundinha.
A equipe não ficava sem calendário por tanto desde Campeonato Paraense de 2015, quando o time ficou na sétima colocação da tabela e só voltou a campo quase um ano depois, novamente pelo Parazão. Além disso, o rebaixamento a Segundinha quebrou um sequência de seis anos da equipe santarena na elite estadual.
Com o atual panorama, o São Francisco só pode voltar a participar de competições nacionais em 2020 – isso se a equipe ficar entre os dois primeiros colocados da Segundinha de 2018 e terminar em uma boa colocação eventual Parazão de 2019, que daria a equipe uma possível vaga a Série D do ano seguinte (2020).

Sem a equipe profissional pelos próximos 12 meses, no mínimo, o São Francisco deve voltar-se para as categorias de base e também a construção do seu próprio centro de treinamento. Atualmente, o clube participa do Campeonato Santareno Sub-20, onde é uma das melhores equipes.

Texto: Michael Douglas /GE-PA
Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana