Video Of Day

Após primeiro treino, Marquinhos Santos é apresentado oficialmente no Paysandu

26/06/2017 - Por GE.

Novo técnico iniciou, na tarde desta segunda-feira, o seu trabalho no clube. Entre outros assuntos, ele falou da missão em recuperar o time na Série B do Brasileiro

Marquinhos Santos iniciou oficialmente o seu trabalho como técnico do Paysandu (Foto: Fernando Torres/Paysandu)

O técnico Marquinhos Santos iniciou, oficialmente na tarde desta segunda-feira, o seu trabalho no Paysandu. Primeiro o novo treinador bicolor realizou um treinamento com o elenco no gramado do Estádio da Curuzu e, em seguida, participou de uma entrevista coletiva. Marquinhos falou de como aconteceu o seu acerto com o clube que, de acordo com ele, só foi finalizado no sábado. Antes, na última quarta-feira, dia 21, esteve em Belém para uma conversa com a diretoria.

– Tive três sondagens e duas propostas, uma da Série A e outra da Série B, mas não aceitei. Até que o Mazzuco me procurou, perguntando da disponibilidade de eu vir a Belém conhecer a diretoria e a estrutura do Paysandu. Eu parabenizei essa conduta séria, independente se desse certo ou não. Foi importante ver o que o Paysandu pensa para o cenário nacional. Isso dificilmente um clube faz. Conversei com outros profissionais e tiveram a mesma impressão que eu. Houve o acerto, mas em respeito ao que tinha do jogo contra o CRB e o trabalho do Rogerinho, foi decidido com a diretoria que a decisão seria no sábado pela manhã, o que aconteceu. Sequer havíamos discutido salário, isso só ocorreu no momento que acertamos tudo.

Marquinhos chega com a missão de erguer o Paysandu na Série B do Brasileiro. Depois de um início promissor, quando chegou a liderar a competição, a equipe Alviceleste teve uma queda surpreendente na tabela de classificação, onde ocupa a 14º posição com 12 pontos, a mesma pontuação do Oeste, que abre a zona de rebaixamento. Já são seis jogos sem vitória. Para o comandante, o Papão tem condições de se recuperar no torneio. O paulista de 38 anos elogiou o grupo de atletas e acredita em uma regularidade nas próximas rodadas para que o clube possa terminar a temporada entre os quatro colocados que garantem o acesso à Série A de 2018.

– São seis jogos sem vencer e isso abala. No início da competição o Paysandu alcançou a liderança e se cria uma expectativa grande. As equipes da Série B têm essa peculiaridade, dificilmente mantém uma regularidade. Quem alcança duas, três vitórias acaba subindo na tabela, assim como quem passa três, quatro jogos sem vitória cai. É o começo do Brasileiro ainda, tem muita coisa para acontecer. Gostei muito do perfil do grupo, vi um elenco com fome de vitória, que quer entregar para os torcedores, além dos bons resultados, uma boa apresentação. (...) Agora é colocar o meu ponto de vista, o modelo que gosto.

– A gente vem estudando a Série B nesse tempo ausente do mercado. Um dos motivos que me levou a aceitar o desafio foi o elenco montado. É claro que tem as situações de carências, como a saída do Fernando Gabriel, que está sendo tratada de maneira interna. O elenco vai dar uma resposta, já apresentou qualidade de jogo, resultado positivo. O trabalho agora é de recuperar. (...) É preciso saber trabalhar para alcançar o ápice no momento certo. Não adianta entrar no G4 e sair depois, é importante essa regularidade.

No treino da tarde de hoje, Marquinhos Santos começou a esboçar o time titular que enfrenta o Luverdense na próxima sexta-feira, na capital paraense. Para as posições de Wesley e Peri, suspensos, ele testou Renato Augusto e Hayner, respectivamente. Assim, entre variações de sistemas de jogo e mudanças na formação, a equipe que terminou a movimentação ficou com Emerson; Ayrton, Perema, Fernando Lombardi e Hayner; Rodrigo Andrade, Renato Augusto e Diogo Oliveira; Welinton Júnior, Marcão e Bergson.

– Foi o primeiro trabalho, 75 minutos, sendo que 50 minutos na parte técnica e tática. O dia a dia faz com que o treinador conheça o elenco e coloque o modelo de jogo. A maneira que o Paysandu vai jogar será através dos treinamentos gradativos. A semana vai ser importante para o trabalho. Ainda não vão ver o Paysandu com a cara do comando do Marquinhos Santos, mas já com uma outra postura. Vejo a ausência do Peri e Wesley, e dentro da semana nós vamos ver as melhores peças, estudar o Luverdense e, dentro da proposta, encaixar um ou outro jogador.

Leandro Carvalho

– O Leandro foi um atleta alçado para o time profissional do Paysandu muito cedo. Já são três anos no profissional e, dentro desse tempo, acabou cometendo equívocos. Tem um potencial e qualidade de jogo muito boa. Está em formação não só futebolística, mas social também. Se a cabeça não acompanhar a profissionalização, a globalização da informação e não corrigir os erros, dificilmente vai alcançar os seus objetivos.

Wilian Simões

– Nesse primeiro momento todos os jogadores serão observados. É um jogador que eu acompanhei, trabalhou comigo e também foi muito contestado na minha chegada ao Fortaleza, mas deu uma resposta positiva. Aqui o cenário e o momento são diferentes. Ainda não conversei individualmente com nenhum jogador, isso ainda vai acontecer. É preciso entender o momento emocional e alinhar, junto com a direção, as coisas que estão sendo traçadas.
Desconfiança do torcedor
– Chego para implantar as situações passo a passo, gradativamente, para colocar o Paysandu nos trilhos novamente. Sei que é um trabalho árduo. Não poderia ser diferente pela pouca idade e o trabalho anterior. Tem a contestação de um ou outro torcedor, como foi no Bahia, Fortaleza, Coritiba e seleção brasileira. O término desse trabalho será feliz e compensador. Quero deixar um legado nessa passagem pelo Paysandu. Venho com muita vontade, com muita ambição. Desejo deixar a minha marca aqui.
Após primeiro treino, Marquinhos Santos é apresentado oficialmente no Paysandu Após primeiro treino, Marquinhos Santos é apresentado oficialmente no Paysandu Reviewed by adm on 21:58:00 Rating: 5

Nenhum comentário

Follow Me @ SoraTemplates