quinta-feira, 13 de abril de 2017

Independente mostra superioridade e vence o Remo por 2 a 0, em Tucuruí

Chicão e Monga marcam os gols do triunfo do Galo Elétrico. Partida de volta acontece no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, no próximo dia 23. Interior tem vantagem


Superior e eficiente. Assim foi o Independente, que venceu o Remo na noite desta quarta-feira, dia 12, e deu um passo importante para chegar até a decisão do Campeonato Paraense. Chicão abriu o placar e Monga deu números finais no Estádio do Navegantão, em Tucuruí. A segunda e última partida está confirmada para 23 de abril, no Olímpico do Pará.

Monga comemora o segundo gol do Independente, em Tucurruí (Foto: Reprodução/TV Liberal)
Galo eficiente   
Acuado, o Remo viu o Independente ser mais agressivo ao longo de todo o primeiro tempo. A equipe de Tucuruí chegou em, pelo menos, quatro boas oportunidades, balançou as redes uma vez, mas o impedimento foi assinalado corretamente, até que Chicão conseguiu inaugurar o marcador, de fato, em seguida, aos 23 minutos. O Leão não conseguiu responder e teve apenas uma boa chegada através de cruzamento pela linha de fundo de Jackon. A defesa se antecipou e fez o corte.   
Fininho não esteve bem na primeira etapa e vacilou na criação, inclusive, nos lançamentos para encontrar os companheiros na área. Pelo lado do Galo, Magno correu bastante, abasteceu Monga e deu canseira em Igor João e Henrique. A organização tática de Léo Goiano fez a diferença, enquanto Josué Teixeira se ressentia da presença de seu maestro, Eduardo Ramos.   
Nos últimos 45 minutos, o cenário permaneceu inalterado. O Remo não tinha poder de reação e se limitou aos lances de bolas paradas para tentar chegar ao empate. Só que foi o Independente que ampliou com Monga, que recebeu na área, Tsunami escorregou e o atacante tocou sem chances para André Luís. Josué, então, tirou Fininho e colocou Jayme em uma tentativa de dar velocidade ao time.   
A mudança até permitiu maior volume de jogo aos visitantes, porém, a equipe não tinha objetividade. Na melhor chance, Evandro fez grande defesa e evitou o que seria o primeiro do Remo. Ao Galo restou administrar, e conseguiu com muita facilidade. Nó tático de Léo Goiano acabou surtindo efeito com a defesa organizada e ataque funcionando sempre nas investidas. Final 2 a 0 Independente. 
Fonte: GE
13/04/2017
Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana