segunda-feira, 13 de março de 2017

Após primeiro gol no Papão, meia solta: "Todos vão conhecer o Diogo"

Camisa 10 marca o gol da vitória sobre o Independente Tucuruí, neste domingo. Jogador vê time em evolução e fala da briga por espaço na equipe de Chamusca
Diogo Oliveira desviou para dentro do gol após cruzamento de Leandro Carvalho (Foto: Fernando Torres/Paysandu)
O Paysandu engatou, neste domingo, a sua quarta vitória consecutiva no Campeonato Paraense e deixou encaminhada a classificação para a semifinal da competição. O triunfo por 1 a 0 sobre o Galo Elétrico deixou os bicolores oito pontos à frente do Paragominas, 3º colocado, faltando apenas nove pontos serem disputados na fase classificatória. O principal responsável pelo resultado foi o meio-campista Diogo Oliveira, que entrou no intervalo, mudou o estilo de jogo do Papão e marcou o único gol da partida, aos 8 minutos do segundo tempo.
– A gente fica feliz. Estamos em busca do crescimento do nosso melhor jogo, do nosso melhor futebol depois de um grande ano que a gente teve. Fico feliz de poder ter entrado hoje e contribuído. É o meu primeiro gol, oficialmente falando, pelo Paysandu. Fico muito feliz e a tendência é que daqui para frente o crescimento venha e eu possa ajudar os companheiros – contou o jogador, que havia também balançado as redes no amistoso da última quarta-feira, contra o São Paulo-AP.
Contratado no começo da temporada para ser o principal articulador de jogadas do time neste primeiro semestre, Diogo Oliveira apenas agora vai ganhando mais oportunidades com o técnico Marcelo Chamusca, que vem escalando o Paysandu com três volantes no meio-campo e nenhum armador. Ele afirma saber lidar com a pressão e a expectativa da torcida.
– A nossa vida de profissional é de cobrança. Eu ainda não cheguei ao meu melhor futebol (no Paysandu), a evolução está acontecendo e já tenho entrado bem nos jogos. Hoje foi diferente, já pude ajudar os companheiros mudando totalmente a cara do jogo em relação ao primeiro tempo. O gol nos dá confiança, nos dá moral para a próxima partida. A gente respeita a decisão do treinador e respeita os companheiros que estão jogando, mas com certeza todo profissional trabalha para jogar. É essa a minha intenção. Vim para isso e estou em busca do meu melhor futebol. Creio que a qualquer momento, com naturalidade, todos vão conhecer o Diogo Oliveira – declarou o camisa 10.
Apesar da vitória - que deu fim à invencibilidade do Independente Turucuí no Campeonato Paraense - parte da torcida vaiou os bicolores na saída de campo, desaprovando o desempenho do time contra um adversário que atuou com um homem a menos desde os 17 minutos do segundo tempo. Diogo salientou a qualidade do adversário.
– O torcedor quer ver o time massacrar desde o início, fazer os gols, mas a equipe do Independente é qualificada. Claro que a nossa equipe tem muito a evoluir ainda, todos nós sabemos disso. Estamos em busca disso e espero que daqui para a reta final a gente possa acertar o que está faltando para chegar ainda mais forte – encerrou o jogador.
Fonte: Globoesporte PA

Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana