sábado, 6 de agosto de 2016

Waldemar Lemos pede paciência aos azulinos

Técnico orientou o time para não se afobar em campo. (Foto: Elcimar Neves)
Com partidas bastante equilibradas, a Série C já mostrou que praticamente todos os times estão no mesmo nível. Hoje, Remo e River-PI brigam por objetivos diferentes: o Leão quer o topo; o Galo, sair da zona de rebaixamento. Porém, embora o adversário esteja na zona de rebaixamento, os azulinos pregam respeito total aos piauienses.
O técnico Waldemar Lemos é um dos que estão em alerta para evitar surpresas desagradáveis.
“Temos que ficar no alerta máximo, em tudo, não é? Não podemos facilitar. Pensar em cada detalhe de jogo, de partida, individual, coletivo, tanto nosso quanto do adversário. A competição é muito equilibrada, todas as séries estão equilibradas. Precisamos de todas as maneiras ter um jeito próprio de jogar, tanto dentro de casa, quanto fora também”, afirmou o comandante.
Para o atacante Edno, é preciso também ter paciência, já que o adversário deve jogar fechado. E, por isso, ele pede também a colaboração da torcida.
“A gente sabe que o torcedor gosta que a gente jogue para frente, mas as equipes vêm para jogar fechadas aqui. E deve ser assim com o River-PI, para sair em um contra-ataque. E nós vamos precisar ter paciência para trabalhar a bola. Peço que o torcedor venha a entender. Vamos tocar a bola de lado, ter paciência para achar um espaço para concluir a gol, como foi no jogo contra o Cuiabá-MT”, encerrou.
(Café Pinheiro / Diário do Pará)

Nenhum comentário :

Nenhum comentário :

Postar um comentário

+ Lida da semana